Bem Vindo à Guitanda!

Violão Antônio de Pádua 2010 SP/BR "Brasil 07" (VENDIDO)

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado

R$0,00

Descrição Rápida

(VENDIDO)

 

Antônio de Pádua 2010 "Brasil 07" - Novo

Violão Clássico

 

Condição: estrutural (5/5), estética (4/5)

Tampo: Abeto (sólido)

Fundo e laterais: Jacarandá Baiano (sólido)

Braço: Mogno

Escala: Ébano, Sobreposta (tradicional), 19 trastes

Formato do braço: “D”, suave

Acabamento: Goma-Laca tampo, Poliuretano demais partes

Rastilho e pestana: Osso














Cordas: clássicas (nylon, carbono, similares)

Comprimento de corda: 650 mm

Espaçamento de cordas pestana/rastilho: 42,5/57 mm

Tarraxas: Condor

Tensor: não

Estojo: opcional







* Selecione a opção "À vista: depósito, cheque, dinheiro" ao finalizar a compra, e o desconto será aplicado antes da confirmação de fechamento do pedido


Diagonal

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

  • Frente
  • Diagonal
  • Lateral
  • Fundo
  • Mão
  • Tarraxas Condor
  • Mão: costas
  • Roseta e cavalete
  • Detalhe: roseta e filetação
  • Selo

Detalhes

Violão Clássico Antônio de Pádua 2010 SP/BR, "APG Brasil 07", n.255:
 
(VENDIDO)
 
O luthier brasileiro Antônio de Pádua Gomide faz parte de um núcleo muito forte de luteria que tem se desenvolvido no sul de Minas Gerais desde a década de 1990. Antônio de Pádua tem como forte influenciador o lendário luthier Roberto Gomes, com o qual teve contato próximo ao longo de muitos anos. A partir dessa influência, passou a desenvolver um trabalho autoral, com construção focada em versatilidade de estilo e consistência na qualidade sonora. É hoje um dos luthiers mais tradicionais e consolidados desse núcleo mineiro, e tem sido fundamental na consolidação dessa escola, contribuindo na formação de diversos luthiers de qualidade em sua oficina. 
 
Este instrumento é o modelo básico do luthier, chamado de "APG Brasil 07". 'Segundo o próprio Pádua:
"Os violões clássicos APG Brasil 07 de Antônio de Pádua Gomide nasceram como resultado de anos de trabalho e de pesquisa, buscando otimizar o aproveitamento dos materiais de forma a contribuir para a redução no custo dos instrumentos sem que isso, de alguma forma, prejudicasse sua qualidade final.
Garantir uma firme proposta sonora e ao mesmo tempo assegurar preços compatíveis. Essa sempre foi a diretriz do trabalho, desde que comecei a ministrar aulas de violão e constatei que muitos alunos desistiam dos estudos por utilizarem instrumentos precários, difíceis de serem tocados e com som de má qualidade.
Assim, a partir das técnicas dos grandes mestres e de elementos por mim desenvolvidos, posso oferecer, hoje, violões de grande qualidade com custo reduzido. Esta é a linha APG Brasil 07."
 
É um instrumento de construção tradicional, no modelo espanhol, com estrutura em leque, tampo de abeto e fundo e laterais de jacarandá baiano. A sonoridade é bem tradicional, rica e responsiva. Os bordões são bem definidos e as primas brilhantes e belas. O equilíbrio entre as cordas e entre as casas é muito bom, com os graves se harmonizando com os agudos, e a relação de sustentação e intensidade sonora bem similar em todas as posições do braço. O timbre ;e sofisticado, bem balanceado e com boa variação de cor. O volume e a projeção são razoáveis para concerto.
 
A tocabilidade é boa. O braço é em formato de D suave, quase C, abaulado atrás e com uma curva bem suave nas arestas. A regulagem está num padrão de concerto, responde bem toques normais, sem trastejo.
 
O verniz utilizado é o poliuretano (PU) no corpo e goma-laca no tampo, o que confere proteção e sonoridade. Escala tradicional de ébano, braço de mogno.
 
Conservação:
- estrutural: 5/5. Excelente estado, é um violão novo.
- estética: 4/5. O instrumento é novo, mas há algumas marcas na goma-laca do tampo, do periodo em que ficou na oficina do luthier em exposição.
 
Resumo:
 
Pontos fortes: Timbre equilibrado, belo e responsivo.  Equilibrio muito bom, e boa variação de cor.
 
Pontos fracos: Não tem grande volume e amplitude dinâmica.
 
Conclusão: É um instrumento de muito alto custo-benefício. O seu forte é a sonoridade, que é muito equilibrada e bela. A relação entre primas e bordões é bem balanceada, e a relação entre o ataque e a sustentação também. Há um ataque forte, mas com decaimento não tão rápido, e sustentação suficiente para manter uma sensação de continuidade. Assim, o violão é muito adequado para uso solista, pela nitidez e sustentação, com timbre equilibrado. Não possui volume para grandes salas, mas pode ser bem utilizado em pequenas e médias salas, e é um violão apto para concerto. Recomendado.
 

Informações Adicionais

Especificações Não

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.