Bem Vindo à Guitanda!

Violão-aço Carlos Novaes 2010 SP/BR (VENDIDO)

Seja o primeiro a comentar este produto

Disponibilidade: Esgotado

R$0,00

Descrição Rápida

(VENDIDO)

 

Carlos Novaes 2010 "Pitbull"

Violão Flat-top (cordas de aço)

Formato do corpo: 000 / OM

Condição: Novo

Tampo: Abeto (sólido)

Fundo e laterais: Jacarandá Baiano (sólido)

Braço: Mogno

Escala: Ébano, Sobreposta (tradicional), 20 trastes

Formato do braço: “V”, suave e fino

Acabamento: Nitrocelulose, coloração Âmbar

Rastilho e pestana: Osso















Cordas: aço

Comprimento de corda: 645 mm

Espaçamento de cordas pestana/rastilho: 42,5/58,5 mm

Tarraxas: Gotoh Vintage

Tensor: Dupla ação

Estojo: AMS Luxo (incluso)















* Selecione a opção "À vista com desconto: depósito, cheque, dinheiro" ao finalizar a compra, e o desconto será aplicado antes da confirmação de fechamento do pedido

Diagonal

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

  • Frente
  • Diagonal
  • Lateral
  • Fundo
  • Mão - frente
  • Mão - diagonal
  • Mão - costas
  • Roseta e cavalete
  • Detalhe - roseta, filetação e escudo
  • Selo
  • Furação para captação

Detalhes

Violão-aço Carlos Novaes 2010 "Pitbull" SP/BR
 
(ESTE VIOLÃO FOI VENDIDO, NOS CONSULTE PARA SABER COMO ENCOMENDAR UM CARLOS NOVAES)

O luthier Carlos Novaes é quase unanimemente reconhecido pela sua excelência na construção de instrumentos, principalmente em violões de aço de nivel internacional. Seus instrumentos têm como características a soberba qualidade de construção, a sonoridade sofisticada e o acabamento primoroso, considerado por muitos como o melhor do Brasil. Tendo se aperfeiçoado no ofício de construção em ateliers norte-americanos, e com uma atenção primorosa a detalhes estéticos (entre outras coisas, fez uma especialização em pigmentação com artistas restauradores de obras de arte, aplicando esses conhecimentos na produção de colorações exclusivas nos seus vernizes), Carlos Novaes é um dos maiores luthiers do país.
 
Seus instrumentos possuem uma rigorosa seleção de madeiras, com qualidade sonora premium e aparência impactante. Ele possui extremo bom gosto para selecionar madeiras figuradas (efeitos tridimensionais), desenhadas (padrões dos veios) e exóticas (espécies diferenciadas), sem abrir mão da resposta de sonoridade. Esse bom gosto estético se traduz também na escolha de filetação, incrustações, formas e pigmentações transparentes especiais no verniz.
 
Os seus violões são montados à perfeição e se caracterizam também por uma construção robusta e harmoniosa que resulta num instrumento de nivel artístico musical e visual.
 
Este exemplar é um violão feito com madeiras de alta resposta sonora, e possui uma potência acima da média além de graves profundos e brilhantes. Foi apelidado de "pitbull" por sua personalidade sonora forte e impactante. O jacarandá baiano do fundo e laterais é de raro corte radial, e o tampo de um abeto de veios uniformes e estruturas medulares (os rajados transversais aos veios) por toda a sua extensão.
 
O formato de corpo segue o padrão OM (Orchestra Model, da Martin), tamanho 000, com junção do corpo ao braço na 14a. casa. Um formato que provê bom volume aliado a uma boa definição e nitidez das notas, sendo bastante popular para música solo e também versátil para acompanhamento.
 
A sonoridade é profunda, com primas encorpadas e brilhantes, e graves profundos, retumbantes. Muito boa sustentação, e a potência é acima da média de um OM. Os acordes soam cheios e com base, e se projetam enchendo o ambiente. O violão possui também ótima nitidez, e equilíbrio entre os graves e agudos em todas as posições. A afinação é excelente, assim como a tocabilidade. O braço tem forma de V, suave, e a escala com abaulamento variável, propiciando grande conforto para a mão esquerda, mesmo com cordas de tensão mais pesada.
 
O acabamento é primoroso, como não podia deixar de ser num Carlos Novaes. Neste instrumento, o luthier optou por uma estética enxuta, com filetação de fundos e laterais em maple, filetação de tampo e roseta em estilo Herringbone (espinha-de-peixe), e detalhe em maple na culatra. A mão retangular possui lâmina de jacarandá, com o nome "Novaes" em madrepérola branca, e a escala possui marcadores circulares pequenos, seguindo assim um padrão estético similar ao da Martin, que criou o modelo.
 
O verniz é a nitrocelulose, que propicia mais liberdade para o tampo respirar do que o poliuretano, e no tampo o luthier utilizou uma coloração âmbar, para dar um estilo vintage. Esse estilo fica complementado pelas tarraxas Gotoh Vintage, com mecanismo exposto, similares às tarraxas utilizadas em instrumentos na primeira metade do século 20.
 
O instrumento já possui furação na culatra, estando preparado para receber captação. Acompanha estojo AMS luxo.
 
Conservação:
- estrutural: 5/5. Excelente estado, é um violão novo, e de qualidade de construção soberba.
- estética: 5/5. Excelente estado, e com uma aura artística na sua estética.
 
Resumo:
 
Pontos fortes: Timbre sofisticado, nítido, robusto e equilibrado. Potência excepcional para instrumentos de tamanho 000, graves cavernosos, tocabilidade ótima. Sonoridade cheia, e versatilidade para solos ou batidas de acompanhamento. Estética primorosa, madeiras de rara qualidade.
 
Pontos fracos: Não agrada àqueles que buscam estética rebuscada, e o instrumento tem um design perfeito para tocar acústico, sem trastejo, porém com ação de cordas um pouco mais alta do que se poderia ter num design específico para amplificação.
 
Conclusão: É um instrumento primoroso, que traz uma sonoridade impactante, estética sóbria e grande desempenho acústico. Com a instalação de uma captação adequada, deve ter também muito bom desempenho plugado, pela sua qualidade de timbre e equilíbrio. Seu apelido, pitbull, revela sua personalidade: um instrumento compacto, versátil, que fala alto.

Informações Adicionais

Especificações Não

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.