Bem Vindo à Guitanda!

Violão Jefferson Garrido 2009 SP/BB (VENDIDO)

Disponibilidade: Esgotado

R$0,00

Descrição Rápida

(VENDIDO)

 

Jefferson Garrido 2009 - Novo

Violão Clássico

Condição: estrutural (5/5), estética (5/5)

Tampo: Abeto Engelmann (sólido)

Fundo e laterais: Bubinga (sólido)

Acabamento: Laca de Nitrocelulose

Tarraxas: Rubner

Comprimento de corda: 650mm

Espaçamento de cordas pestana/rastilho: 42/55 mm











* Selecione a opção "À vista com desconto: depósito, cheque, dinheiro" ao finalizar a compra, e o desconto será aplicado antes da confirmação de fechamento do pedido






Diagonal

Duplo clique na imagem acima para visualizá-la maior

Reduzir
Aumentar

Mais Visualizações

  • Frente
  • Diagonal
  • Lateral
  • Fundo
  • Diagonal - fundo
  • Mão - frente
  • Tarraxas Rubner
  • Mão - costas
  • Roseta e cavalete
  • Detalhe - roseta e filetação
  • Selo
  • Case AMS

Detalhes

Violão Clássico Jefferson Garrido 2009:
 
(VENDIDO)
 
O luthier Jefferson Garrido, radicado em São Paulo, é um luthier com produção anual pequena, que dedica-se bastante a cada violão individual. Seu trabalho segue a linha de construção tradicional, e tem surgido no cenário de luteria brasileiro a partir de 2008.
 
Este modelo foi construído com tampo de Abeto Engelmann com 20 anos de corte e estrutura radial bastante estável. O tampo previamente envelhecido traz uma sonoridade mais aberta e desenvolvida do que a que tampos mais novos apresentariam. O fundo e laterais são de Bubinga, uma madeira africana, com grande densidade e dureza, que tem sido cada vez mais usada na construção de violões. Ela proporciona sonoridade com brilho e nitidez, além de uma grande beleza estética, com diferentes tonalidades nos seus veios de tom amendoado e efeitos de reflexo de luz.
 
O timbre tem primas de sonoridade brilhante e delicada, com graves nítidos e bem articulados. O equilíbrio entre cordas é bom, os bordões e as primas ficam num nivel de ressonância balanceado, embora a transição da terceira corda para as vizinhas seja apenas razoável. O equilíbrio entre casas tem pontos de melhoria, com algumas posições soando um pouco mais que as outras. O timbre é agradável, com bons harmônicos, e fundamental discreta, tornando a sonoridade singela e ressonante, alegre. O ataque tem boa articulação, a sustentação é normal e o nivel de volume regular, se considerando universo de luteria.
 
A tocabilidade é normal, o braço tem o formato de U, bem achatado, com espessura média.
 
O verniz utilizado é a laca de nitrocelulose. Um verniz que alia maior proteção que a goma-laca (menor propensão a riscos) e uma sonoridade aberta. Escala tradicional de pau-ferro e braço feito de cedro brasileiro.
 
Inclui estojo térmico da marca AMS, novo. E tarraxas alemãs Rubner.
 
Conservação:
- estrutural: 5/5. Excelente estado, é um violão novo.
- estética: 5/5. Excelente estado, é um violão novo.
 
Resumo:
 
Pontos fortes: Boa definição nos graves, ataque articulado sem gerar muito ruído. Timbre leve, delicado, bons harmônicos. Estética bastante interessante, com tonalidades pastéis, num conjunto bastante harmonioso.
 
Pontos fracos: Volume e sustentação regulares para concerto. Resposta tímbrica boa, mas não excelente. Risco de sonoridade leve em excesso, com menor peso de fundamental em relação aos harmônicos. Graves bem definidos e presentes, mas não profundos e melancólicos.
 
Conclusão: Um violão bastante interessante, de sonoridade bem articulada, definida nos graves, singela nos agudos. Não tem o corpo e o peso de graves que se poderia desejar para uma sonoridade escura e cantabile, mas é muito interessante para repertório polifônico, barroco e renascentista, e peças singelas com necessidade de brilho e ressonância. O preço está excelente, o enquadrando num ótimo custo-benefício.
 

Informações Adicionais

Especificações Não

Tags do Produto

Utilize espaços para separar tags. Utilize aspas simples (') para frases.